Avós e mães – como se darem bem

Mães e crianças

Quando se é avó não se deixa de ser mãe, e uma boa relação com os netos também depende de uma boa relação entre mãe e filha.

O conflito e a discórdia fazem parte da vida familiar, fazem parte da humanidade. Uma mãe irá sempre ser uma mãe, e uma filha também o será. Entre mãe e filha é normal que um olhar de desaprovação, uma sugestão mal transmitida, um comentário mal-entendido, entre muitas outras situações, possam levar ao conflito. Um laço entre avó-mãe e mãe-filha é único, mas também é propício à discórdia e ao conflito. Amem-se e respeitem-se, e acima de tudo saibam comunicar e não criticar. É necessário que se saibam apreciar e respeitar uma à outra, e que em vez de se criticarem, aprendam a dizer o que sentem; pois numa relação saudável apenas se criticam as ideias e não as pessoas.

Conselho para a avó

Deixe a sua filha ser ela própria

Por vezes é difícil aceitar que os filhos seguem caminhos diferentes do que se imaginou para eles. Imaginou-se uma carreira, um bando de netos, uma vida familiar estável e, no final, nada saiu como se sonhou. Nem sempre o que se sonha para os filhos é o certo para eles, o que era ideal há 20 anos atrás pode não se aplicar nos dias de hoje, afinal os objectivos pessoais também mudam de acordo com a realidade. Tentar mudar alguém é a grande receita para o conflito e muitas vezes para a ruptura; oiça a sua filha sem preconceitos e mágoa e apoie as suas decisões. Dê-lhe a liberdade de viver a sua própria vida, mesmo que isso não vá de acordo com o que sempre sonhou para ela.

Conselho para a mãe filha

Aprecie as diferenças

Por muitas semelhanças que partilhe com a sua mãe, as diferenças parecem sempre ser demasiadas e mais marcantes que as semelhanças. Embora ambas sejam diferentes e tenham percorrido caminhos distintos, não significa que ambas não tenham muito que partilhar. Abrace as diferenças da sua mãe e torne-as numa vantagem. As diferenças são naturais e isso em nada diminui a capacidade de se darem lindamente. Pense na diferença como uma mais-valia e como uma vantagem em vez de uma desvantagem. Se encarar as diferenças com respeito, significará que a vida de ambas será mais serena e muito mais fácil.

Conselho para a avó

Não pense que a sua filha educa os filhos da forma que o faz só para a contrariar

Quer seja o facto de a sua filha não querer amamentar, de não aplicar castigos mais severos aos seus netos, ou ou porque sobrecarrega os seus netos com trabalhos extra-curriculares, o que quer que seja, é sempre difícil ver a sua filha educar os seus netos de forma distinta do que você faria. Aprenda a respeitar a forma como a sua filha quer educar os filhos dela. Mesmo que não concorde com algumas decisões que considera menos acertadas, apoie as decisões da sua filha e não leve isso a peito. Sempre que os seus netos estiverem na sua companhia respeite as decisões que a sua filha tomou acerca de como educar as crianças, afinal ela é a mãe, e recorde que quando a educou fez um bom trabalho e que ela também o irá fazer certamente.

Conselho para a mãe filha

Mostre à sua mãe que ela faz falta

Uma mãe passa grande parte da sua vida a criar os filhos e quando estes crescem, pode sentir-se colocada de parte. Crescer e viver a própria vida é natural e desejável, mas fazer com que a sua mãe se sinta sempre parte da sua vida também é importante. Dê-lhe um papel de importância na sua vida, peça-lhe para ajudá-la em algumas tarefas que sabe que ela gosta de fazer, nomeadamente em tarefas relacionadas com os seus filhos, como ir passear com eles, ir buscá-los ao colégio ou até pedindo-lhe simplesmente conselhos relacionados com a sua grande experiência de vida. Se a sua mãe se oferecer para ajudar, não lhe diga que ela não faz falta, tente inclui-la na sua vida e na vida dos seus filhos, acredite que os seus filhos agradecerão e vocês terão uma relação muito mais próxima.

Conselho para a avó

Seja positiva e não critique a sua filha

Uma sugestão dada por uma mãe a uma filha pode ser facilmente interpretada como uma crítica, especialmente quando se trata de sugestões relativas à educação dos netos, algo que pode ser muito melindroso para a sua filha. Embora a sua intenção seja boa, é importante ter em atenção como é que a sua filha a poderá interpretar. Mesmo que a casa da sua filha esteja num caos, a casa é dela e deve deixar os comentários acerca desse facto para si; em vez disso pode mencionar que se ela necessitar de ajuda, está disposta a ajudá-la. Quando chegar a casa da sua filha, não se coloque logo a arrumar os armários ou a criticar algo, pergunte-lhe se a pode ajudar. Ela perceberá essa atitude como alguém que a está a tentar ajudar em vez de alguém que a está a criticar. E lembre-se da grande máxima: se não tiver nada de bom para dizer, não diga nada. 

Conselho para a mãe filha

A sua mãe é uma pessoa como você

Ao pé da mãe, qualquer filha facilmente se torna na adolescente rebelde que foi quando tinha 16 anos. Porém, quando se tem filhos, a relação com a mãe amadurece e transforma-se mais numa espécie de amizade. Quando perceber que a sua mãe é uma pessoa igual a si, e que você é independente e que ambas desejam o melhor uma à outra, a sua relação com ela solidificará numa amizade mais adulta. Dê à sua mãe a oportunidade de se tornar sua amiga.

Conselho para a avó

Na dúvida não diga nada

É importante confiar na sua filha e perceber que ela é uma pessoa adulta, que comete erros como todas as pessoas mas que também tem a capacidade de aprender com eles. Por muito que queira poupar os sentimentos de frustração e protegê-la das consequências dos erros que ela pretende cometer, saiba que só ela é capaz de fazer isso. Ela saberá tomar uma boa decisão, e será capaz de fazê-la sem si. Confie no trabalho que fez como mãe. A sua filha não pode sentir que a trata como criança, ela tem de saber que a respeita e que as decisões dela são válidas e levadas a sério por si. Se quer dar um conselho à sua filha pergunte-lhe primeiro se ela quer um conselho seu. Se ela disser que não, respeite-a e aceite.

Conselho para a mãe filha

Conheça a sua mãe

Conheça verdadeiramente a sua mãe, como pessoa, e não apenas como mãe. Converse com ela, saia com ela para passear, pergunte-lhe acerca da sua vida antes de ser mãe, seja sua amiga, antes de ser filha. Converse com ela acerca dos seus sonhos e acerca dos seus medos, e oiça sem julgamentos, tal como pretenda que ela faça consigo. Converse com ela acerca dos seus primeiros medos e ansiedades quando engravidou pela primeira vez, e quando foi mãe. Ao criar empatia entre você e a sua mãe, criará um laço de amizade muito mais forte.

Conselho para a avó

Diga à sua filha o quanto a ama

Seja positiva e, acima de tudo, nunca se esqueça de dizer à sua filha o quanto gosta dela e o quanto acha que ela é uma boa mãe. Uma crítica negativa não mudará a atitude da sua filha, porém uma crítica positiva fará milagres. Dê ênfase às qualidades da sua filha e sempre que o fizer não mencione as perspectivas negativas, pois irá estragar tudo o que disse antes. Muitas mães asusmem que as filhas sabem o quanto gostam delas, porém se não o disser, a sua filha não o saberá. Se não viver perto dela, ligue-lhe, mande-lhe um e-mail, ou o que quer que seja que faça com que a sua filha saiba o quanto a ama. Diga à sua filha o que costuma dizer às pessoas acerca dela, será certamente bem, não é?

Conselho para a mãe filha

A sua mãe não vai estar cá para sempre, aprecie-a

Infelizmente, por vezes, apenas depois da mãe já não mais estar presente na sua vida, é que a filha pensa no quanto mais tempo devia ter estado com ela, e na quantidade de vezes que lhe deveria ter dito que a amava. Se a sua mãe for um bocadinho implicativa, um pouco mandona, tente levar isso com desportivismo e evite stressar com ela; em vez disse diga-lhe o quanto a ama, e faça a sua vida da forma que desejar. Antes de o fazer, pense no que lhe diz, pois existem coisas das quais mais tarde se poderá arrepender de lhe ter dito, e não evite estar com a sua mãe, lembre-se: ela não irá estar cá para sempre.

A sua votação: 
Average: 3.9 (8 votes)

Iniciar sessão

Votação

Costuma ir buscar os netos à escola?

Newsletter

Mantenha-se informado sobre as novidades do Avós e Netos!