6 coisas que os avós sempre souberam em relação à educação dos seus filhos

Crianças no jardim zoológico

Antes de terem os seus próprios filhos, provavelmente os seus filhos queixaram-se muitas vezes dos seus métodos de educar. Mas hoje em dia alguns velhos métodos provaram ser os melhores. Recentemente descobriu-se que existem algumas coisas bem importantes que certamente ensinou aos seus filhos, e que os seus filhos deveriam ensinar aos deles. Saiba o quê.

Faz bem à saúde

O óleo de fígado de bacalhau e outros óleos de peixe encontram-se atualmente presentes na dieta de muitas pessoas, pois os seus benefícios são enormes. Está comprovado que a ingestão de óleo de peixe ajuda não só as crianças a ficarem mais atentas e a aprenderem melhor, como também ajuda na melhoria do défice de atenção e na dislexia, protegendo-as igualmente de doenças cardíacas. A única diferença em relação ao passado é que agora os óleos de peixe vêm em bonitas cápsulas não sendo necessário provar o sabor menos agradável. Mencione isto aos seus filhos para incluírem na dieta dos seus netos, que antes devem falar com o pediatra acerca da dose certa a administrar diariamente.

Deitar cedo e cedo erguer…

Hoje em dia com ambos os pais a trabalhar é difícil deitar as crianças a horas razoáveis. Atualmente a maioria das crianças não dorme o suficiente. Mas a realidade é que se uma criança dormir apenas uma hora a menos por dia, a dificuldade de concentração, a má memória, a hiperatividade e a obesidade são tudo riscos aos quais está exposta, apenas pelo facto de dormir menos que o necessário. Existem estudos que comprovam, e toda a comunidade médica é consensual acerca deste assunto: deitar cedo é essencial para uma melhor saúde e para uma criança mais feliz e saudável no geral.

Brincar na rua é bom  

Uma hora na rua por dia a brincar ao ar livre com outras crianças dá saúde. É muito benéfico para as crianças brincarem ao ar livre, especialmente se o fizerem com outras crianças sem terem sempre os pais a olhar para elas. As brincadeiras não estruturadas são fundamentais para desenvolver a imaginação. Mesmo que a criança possa ficar doente por brincar na rua, a realidade é que o exterior é indispensável para as crianças criarem defesas imunitárias. Quando está a chover as crianças também não têm de estar em casa, a realidade é que as crianças que mais ficam doentes por apanhar chuva são aquelas que menos a apanham.  

Boas maneiras são fundamentais

Bons tempos em que as famílias se sentavam à mesa todas as noites para jantar, usavam talheres, comiam de boca fechada e conversavam sobre o dia que passara. Na altura em que dizer “obrigada(o)” e “por favor” ou “posso levantar-me da mesa?” eram regras de ouro.  Hoje cada vez mais pessoas tentam voltar às regras sociais e incuti-las nos filhos, pois são essenciais para uma vida de sucesso. Recentemente a Universidade de Colúmbia nos EUA descobriu que o facto das crianças se sentarem regularmente à mesa com os pais durante as refeições levaria a notas escolares melhores e a uma diminuição da probabilidade de fumarem e de abusarem de drogas, entre outros benefícios.

Não é mesmo não 

Depois de uma geração de indulgência, os pais perceberam que dizer “Não” é fundamental no desenvolvimento de uma criança. Colocar limites e serem pais mais firmes em vez de deixarem as crianças decidir as suas próprias regras é sabido atualmente como algo indispensável para uma vida futura mais feliz. É fundamental ensinar tarefas às crianças e incutir-lhes obrigações, como a partilha das tarefas domésticas; tudo isto ajuda a ser autossuficiente e o valor do trabalho.

Não se pode ter tudo

Não se pode ter sempre o que se quer, tem-se o que se tem. Esta máxima é fulcral para as crianças, especialmente em épocas conturbadas como as que vivemos, pois nunca é demais prepararmo-nos para o dia de amanhã. Uma criança é capaz de se divertir mais brincando na rua com os amigos do que com o último jogo para consola. Existe uma nova corrente de pais que em vez de ensinar as crianças a dizer o que querem receber, ensinam as crianças a perguntar o que podem fazer.

A sua votação: 
Average: 4 (4 votes)

Iniciar sessão

Votação

Costuma ir buscar os netos à escola?

Newsletter

Mantenha-se informado sobre as novidades do Avós e Netos!